Veja como o exercício ajuda você a se manter firme

Engajar-se em atividade física regular também é bom para o seu cérebro.

Engajar-se em atividade física regular também é bom para o cérebro, sugere novas pesquisas que encontraram uma ligação entre um nível mais baixo de condicionamento físico e uma deterioração mais rápida das fibras nervosas vitais no cérebro.

Essa deterioração resulta em declínio cognitivo, incluindo problemas de memória característicos de pacientes com demência.

Os resultados fornecem mais evidências de que o exercício melhora a saúde do cérebro e pode ser um ingrediente que salva a vida e previne a doença de Alzheimer.

"Esta pesquisa suporta a hipótese de que melhorar a aptidão das pessoas pode melhorar a saúde do cérebro e retardar o processo de envelhecimento", disse o autor do estudo, Kan Ding, da Universidade do Texas Southwestern Medical Center, nos EUA.

O estudo publicado no Journal of Alzheimer's Disease enfocou um tipo de tecido cerebral chamado substância branca, que é composto por milhões de feixes de fibras nervosas usadas pelos neurônios para se comunicar através do cérebro.

Eles inscreveram mais de 80 pacientes mais velhos com alto risco de desenvolver a doença de Alzheimer que apresentam sinais precoces de perda de memória ou comprometimento cognitivo leve (MCI).

Os pesquisadores determinaram que níveis mais baixos de condicionamento físico estavam associados à substância branca mais fraca, que por sua vez se correlacionava com a função cerebral mais baixa.

Os participantes do estudo receberam então memória e outros testes cognitivos para medir a função cerebral, permitindo aos cientistas estabelecer fortes correlações entre exercício, saúde cerebral e cognição.

Assista o vídeo: 9 Formas Simples de Melhorar a Sua Postura Em Casa, Veja!

Loading...

Envie Seu Comentário